SEMANA 7

Quarta-feira, 21 de Julho de 2021, 17h:00

Comitê define estratégias para enfrentar impactos sociais de implantação de usina em Querência

Integrantes do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do Estado de Mato Grosso (Cetrap) reuniram-se nesta terça-feira (20).

Da Assessoria

Foto: Reprodução

Integrantes do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do Estado de Mato Grosso (Cetrap) reuniram-se nesta terça-feira (20) para definir estratégias de atuação para minimizar os impactos sociais com a construção da Usina de Etanol de Milho, no município de Querência, distante 968 Km de Cuiabá.

Exploração sexual, trabalho escravo, aumento dos casos de violência são alguns dos problemas que normalmente ocorrem com a implementação de grandes obras. 

O promotor de Justiça membro do Cetrap, Carlos Rubens Freitas de Oliveira Filho, e o promotor titular de Querência, Edinaldo dos Santos Coelho, participam das discussões. Outras reuniões ocorrerão na cidade nos próximos dias, com toda rede de saúde e assistência para levantamento de dados sobre eventuais violações de direitos. Visita técnica ao local também está sendo realizada.