GERAL Quinta-feira, 14 de Outubro de 2021, 15:25 - A | A

dano ao patrimônio

Sede da Aprosoja Brasil é invadida e pichada; diretoria em MT emite nota de repúdio

O caso é investigado pela 10ª Delegacia de Polícia como dano ao patrimônio e associação criminosa; veja vídeo

Da Redação

Foto: Divulgação

image

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) emitiu uma de repúdio lamentando a ação de vândalos na sede da Aprosoja Brasil, em Brasília, na manhã desta quinta-feira (14). O prédio foi alvo de invasores que picharam e depredaram o local.

Em um dos vídeos que circula pelas redes sociais é possível observar frases pichadas na fachada do imóvel como “Fora Bolsonaro”, “BolsoAgro é Fome”, “Aprosoja é fome”, “Bolsonaro é morte” e “Soja não enche prato do brasileiro”.

O caso é investigado pela 10ª Delegacia de Polícia como dano ao patrimônio e associação criminosa.

A diretoria da Aprosoja-MT afirmou que aguarda as investigações e providências das autoridades na identificação dos manifestantes.

“Lamentavelmente recebemos a notícia da depredação da Aprosoja Brasil, no qual a Aprosoja-MT também integra a diretoria. A soja tem uma importância muito grande para nosso país, pois é a principal fonte de proteínas para aves, suínos e bovinos, ou seja, ela alimenta muitas pessoas. Isso que ocorreu não deve se repetir porque se tivesse pessoas lá dentro a vida deles estaria em risco, sem contar que houve uma depredação e invasão ao patrimônio. Nós esperamos que as autoridades tomem providências e identifiquem esses vândalos e que eles sejam punidos no rigor da lei. É preciso que se faça justiça para que fatos como este não voltem a se repetir, e que as entidades do nosso país não sejam ameaças”, declarou o vice-presidente da Aprosoja-MT, Lucas Costa Beber.

Veja vídeo:

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI).

ferrovia_728x90.gif

 

 

 



Imprimir

Comentários